domingo, 5 de novembro de 2006

Estado de aprendizagem

Primeiro aprendi a estar sozinha. Durante anos tive paz e sossego na solidão. Depois aprendi a estar com alguém. Hoje em dia a solidão é-me um pouco estranha. Como sei que já não me fecho na solidão quando não estou bem, e como sei que quando não estou bem, contagio as pessoas… quando não estou bem, afasto as pessoas. Se pudesse, até pontapés lhes dava. Mas não é por mal. Não gosto menos delas, gosto mais secalhar. Mas infelizmente nem sempre as nossas acções são aceites e entendidas pelos outros, até porque muitas vezes temos que aceitar e entender que nós podemos estar errados.

Não gosto de magoar um amigo. Um amigo é um irmão que temos a honra de poder escolher. Desculpa. Prometo tentar aprender uma outra forma de lidar com os momentos menos maus. Às vezes é tão difícil ficar sozinha acompanhada, tanto quanto ficar acompanhada na solidão.

PS: Mammy, este post também inspira paz, porque se não estivesse em paz, não o conseguiria escrever. É só um pedido de desculpas a alguém que magoei sem querer.

4 comentários:

  1. Sempre magoamos alguém, uma vez ou outra.
    O pedido de desculpas é a atitude reparadora que há que tomar.

    ResponderEliminar
  2. Se nem a um amigo podemos dizer "dá-me lá espaço, homem!", então, estamos bem tramados.
    Os amigos são tipo saco de boxe: nunca bati num, mas também nunca um saco de boxe me atacou...
    :-P

    ResponderEliminar
  3. Lascas00:53

    Exactamente por nos sentirmos tão conosco quando estamos com os nossos Amigos, é que acabamos por magoá-los. Faz parte do crescimento de uma amizade (ou de qualquer relação profunda) aprender a delimitar as fronteiras entre nós e o outro.
    Subiram um degrau na vossa amizade! :)

    ResponderEliminar
  4. é muito complicado estar na solidao e sair dela como estar acompanhada e voltar á solidao..
    bonito pedido de desculpas..
    parabens

    ResponderEliminar

Obrigada :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...