terça-feira, 19 de junho de 2007

O meu momento de hj...

O que é que farias se um dia te dissessem isto:

"E se vivêssemos a vida sabendo q todas as nossas acções ou vontades, por mais espontâneas q pareçam, já fazem parte da página de amanhã do destino? Sabendo que tudo o q fazemos está certo pq já está escrito, seremos mais felizes?"

Terias medo ou coragem? Paz ou insegurança? Raiva ou alegria?
Indefesa, insegura e indecidida não podes ficar. São alturas destas na tua vida que determinam a tua aprendizagem e caminhos que segues.

Esta frase é minha e não, não atingi nenhum novo nível de insanidade mental.
Descobri apenas que tudo é porque é e como é porque assim tem e será sempre.

Sabem aquela velha historia de fazer as escolhas certas e agir nos momentos oportunos para conseguir seguir o teu caminho sem muitos desvios que te prejudiquem? Isso é treta.

Façamos o que fizermos, o destino já está.
Mas não pensem nisso ou aceitem isso como sendo um roubo da vossa oportunidade de decidir ou escolher. Nada disso. As escolhas, os momentos, as vitoria, tudo continua a ser nosso. Mas com este entendimento do que eu escrevi, encontramos algum extra que nos pertence a todos: a certeza. A certeza de que tudo será sempre como será. A certeza de que, independentemente da nossa vontade e medo em errar, que o destino já teem a nossa historia traçada, que o dia de amanha já existe. É como uma estrada de pedra que temos que percorrer, nós é que a percorremos, mas ela já existe. Temos a segurança da sua presença, mas as caminhadas, a sensação de avançar é nossa.

O destino pertence-nos sem dúvida.
E nós fazemos parte dele sem dúvida alguma.

O dia de amanha já existe e sempre existiu. Escolhas chorar e depois a correr faças uma finta e rias… não penses que fintaste o rumo das coisas, tu simplesmente seguiste o teu momento tal como ele já era e será.

Quando tive o meu momento espiritual esta tarde em que me dei conta disso, alcancei uma paz tremenda.

Acho que senti essa paz porque tenho agora a certeza de que eu sou eu e serei sempre eu, porque o meu eu já está destinado. Vou errar, sofrer, chorar, rir, avançar, retroceder, vou ser eu, com todo o meu potencial e com a segurança de que, amanhã será sempre amanhã e que faça o que eu fizer, nunca serei capaz de o estragar ou destruir. O meu eu de amanhã estará lá sempre. Agora tenho somente que absorver a aprendizagem que o meu trilho e história estão preparados para me passar. A minha única tarefa é aprender e elevar o meu espírito até onde ele tem, pode e precisa de ir.

O resto é amanhã. Por isso, até amanhã :)

2 comentários:

  1. :-)) Até amanhã... ;-))

    ResponderEliminar
  2. Lascas00:26

    Ora bem! :) Tornaste-te estóica? :D Não sei se está tudo predestinado ou não, nem se a estrada que percorremos já existe. Se tu estiveres lá, o amanhã também estará. O caminho não existiria se tu não o caminhasses e por isso acho que tu e o caminho são unos. Enfim, se reflectiste e sentiste paz, isso é que é Essencial. :) Teriamos belas conversas filosóficas, tu e eu, e tenho pena que nunca o tenhamos feito quando tivémos oportunidade!
    Já agora, quanto ao tom do discurso, assim já gosto mais. E até amanhã.

    ResponderEliminar

Obrigada :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...